Clipping: Saiu na midia

 Relação de projetos aprovados na Lei de Incentivo Municipal de Uberlândia para serem realizados em 2014

Saiu a lista de projetos que serão favorecidos pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, em Uberlândia/MG – exercício 2014, programa que tem por finalidade captar e canalizar recursos para as áreas artístico-culturais, de modo a estimular a realização de projetos no Município de Uberlândia, mediante prestação de apoio financeiro. Confira aqui!
Confira a materia completa em: http://paginacultural.com.br/uberlandia/projetos-aprovados-na-lei-municipal/

Acima publicamos a parte onde o Projeto DESENHANDO VALORES E PRODUZINDO H.QS - CURSOS E REVISTAS O.Q DE QUADRINHOS, foi aprovado. Noticia publicada em 19.12.2013.

 Uberlandenses apostam na nona arte com curso e revista

uipi-Uberlandenses_apostam_na_nona_arte_com_curso_e_revistaUBERLÂNDIA, TRIÂNGULO MINEIRO - Desde 2005, uma turma de Uberlândia vem apostando em um mercado crescente no país, mas ainda underground. São as histórias em quadrinhos, ou a nona arte, como também é conhecida. Com a ideia de reunir artistas locais e ministrar uma oficina em quadrinhos para a comunidade, o Coletivo O.Q de Quadrinhos já teve cerca de 150 alunos e atendeu por volta de cinco regiões na cidade, além de ter uma revista própria há dois anos.
“O Coletivo O.Q começou há seis anos. Algumas escolas, como o José Inácio, procuraram a gente. Nós precisávamos de uma estrutura física, ou seja, mesas, cadeiras e um quadro. Nós montamos uma turma, que segue por cerca de 2, 3 meses e passamos vários procedimentos para eles, como desenhar um personagem, criar o cenário, fazer o roteiro, enfim, mostramos aos alunos as etapas para a construção de uma história em quadrinho”, afirma o coordenador do projeto, Jimmy Rus.
O curso tem duração de cerca de três meses, com 32 horas/aula. Com o sucesso da iniciativa, o Coletivo conseguiu realizar o maior sonho: publicar uma revista em quadrinhos. “Temos uma revista que surgiu há dois anos, e quem produz o material somos nós do Coletivo e os alunos. Nossa revista é viabilizada via Lei de Incentivo Cultural, que por enquanto, é o único apoio financeiro que nós temos. A revista é vendida por um preço de cerca de R$3,00 em torno de 30 bancas de revistas em Uberlândia. A revista era um sonho do Coletivo. Quando a gente se juntou, nosso grande sonho era fazer uma revista”, afirma Jimmy. Produzir uma HQ é algo que demanda muito trabalho e dinheiro dos envolvidos, mas nem assim o Coletivo desiste de seu sonho. “Nós temos uma média de 44 páginas por revista. A idéia é trabalhar com um preço popular para o público. A revista em quadrinhos é uma coisa cara para se produzir. Estamos tentando fechar algumas parcerias”.  Algumas pessoas que passaram pelo Coletivo conseguiram serviços a parte ou alçaram outros vôos, como Antônio da Hora, que hoje trabalho com o chargista Maurício Ricardo.
uipi-Uberlandenses_apostam_na_nona_arte_com_curso_e_revista2As revistas são vendidas em torno de 30 bancas pela cidade, a maioria no centro. A nova safra de brasileiros no mercado de hq’s no mundo, que conta com nomes como Rafael Grampá, Fábio Moon, Gabriel Bá e Rodney Buchemi impulsiona novos artistas a se engajarem na nona arte, porém poucos são conhecidos no país. Quem não faz parte do Coletivo mas tem o sonho de produzir um material para hq’s, pode participar do projeto. “Qualquer um que produza história em quadrinho, charge, cartoon, pode mandar para o Coletivo que avaliaremos e publicaremos na revista, mesmo não fazendo parte do grupo. Tem gente que não trabalha com historia em quadrinhos, mas tem algumas revistas engavetadas e manda para a gente, porque ele quer ver a sua história publicada. A idéia da revista também é dar esta oportunidade. Nossa revista é bem eclética, mas evitamos algumas coisas, como palavrões, cenas pornográficas e violência explícita. Trabalhamos muito com ficção e com mangás”, disse Jimmy.
E para quem se interessa pelo assunto, mas não sabe desenhar, ainda há uma esperança. “Não precisa, necessariamente, saber desenhar para fazer o curso. Precisamos de bons roteiristas também, que é algo raro no mercado”, disse Jimmy, que também revela que, para 2012, está fechando uma parceria para comandar um curso nos bairros Morumbi ou Santa Luzia, além de atender aos pedidos de fãs para a venda de camisetas com personagens da revista. Para maiores contatos, acessem o blog oficial do Coletivo O.Q de Quadrinhos (oq-studiun.blogspot.com), ou pelo e-mail revistaoq@yahoo.com.br ou telefone, 8856-7205.

Redação Uipi! / Vinícius Ramos
Imagem: O.Q Studiun / Vinícius Ramos


Fonte: http://uipi.com.br/destaque/46-super-destaque-local/24246-uberlandenses-apostam-na-nona-arte-com-curso-e-revista



* *** 31/10/2011 12h55 - Atualizado em 31/10/2011 13h42

Cartunistas e desenhistas ganham espaço no mercado de trabalho


Eles ganham dinheiro se divertindo e divertindo as pessoas.


E quase sempre o personagem ganha fama antes do artista.

Do G1 Triângulo Mineiro


Para investir na carreira é preciso ter mais que habilidade para desenhar (Foto: Reprodução TV Integração)Para investir na carreira é preciso ter mais que
habilidade (Foto: Reprodução TV Integração)
Cartunistas e quadrinistas ganham cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Eles ganham dinheiro se divertindo e divertindo as pessoas. Mas para investir na carreira é preciso ter mais que habilidade para desenhar. É importante ter criatividade e, quase sempre, o personagem ganha fama antes do artista.
Jhauri é um super herói que nasceu da imaginação de Neilton Jhauri. “Eu queria ser reconhecido, famoso como o super homem”, disse. O quadrinista Jimmy Rus é encantado pela profissão e investe no trabalho para conquistar espaço. As histórias de Neilton e Jimmy fazem parte de um projeto itinerante que oferece aulas gratuitas em vários bairros de Uberlândia. Os professores recebem R$ 400 por mês por 12 horas de aula. Já o salário inicial de quadrinista pode variar de R$ 2 mil a R$ 3 mil mensais.
Para divulgar o trabalho, Fernando Duarte criou um blog e acredita que a internet é o melhor caminho para quem está começando.

Link para o vídeo: com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1681135-7823-CARTUNISTAS+E+DESENHISTAS+GANHAM+ESPACO+NO+MERCADO+DE+TRABALHO,00.html



Blog- oqstudiun.blog.spot



Nenhum comentário:

Postar um comentário